Não basta então termos descoberto que alguma coisa está sendo ocultada?
- Brecht


sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Novos parâmetros oficiais

Semanas atrás, pesquisadores do IPEA publicaram uma nota técnica apontando os prejuízos decorrentes da PEC 241 no campo da saúde. A imprensa, convencionalmente, anunciou a pesquisa como tendo sido feita pelo IPEA enquanto órgão. A resposta, no entanto, não foi nada convencional: a direção se apressou em descredenciá-los, com o próprio presidente fazendo estardalhaço para "esclarecer" que o estudo não reflete a posição da instituição. A pressão foi tamanha que uma das autoras precisou pedir exoneração do órgão.
Situação semelhante aconteceu poucos dias depois, dessa vez com um pesquisador da Fundação Getúlio Vargas.
Ontem, a imprensa divulgou matéria intitulada "IPEA diz que país não precisa gastar mais para melhorar a educação". Na verdade, não foi o IPEA quem disse; como no primeiro caso, a sentença é fundamentada numa nota técnica publicada por pesquisadores do órgão. Mas aposto com quem quiser que dessa vez não haverá resposta alguma do Instituto. Ninguém aparecerá para dizer que a nota técnica não representa o pensamento do IPEA. O governo não pressionará nenhum dirigente para se manifestar. Além disso, nenhum imparcial analista de Facebook chamará de "blog sujo" o Valor Econômico por ter apresentado um trabalho privado como sendo um parecer institucional.
Definitivamente, foi oficializada nos ambientes palacianos a política de dois pesos e duas medidas. E assim seguimos...



Nenhum comentário: